Campanha “Parque das Dunas, 40 anos de Amor com Você” é lançada em Natal.

No dia 05 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, teve início a campanha “Parque das Dunas, 40 anos de Amor com Você”, que se desdobrará em eventos que acontecerão na capital potiguar até 22 de novembro deste ano, momento em que o parque completará 40 anos de existência. A realização é da ONG Baobá e Rede Eu Sou do Amor, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA).

O evento ocorreu como parte da programação da Semana do Meio Ambiente 2017, que incluiu apresentações culturais, mostras de projetos ambientais, oficinas sobre animais e plantas, premiação de um Concurso de Fotografia Amadora, feira de doação de mudas, passeio ciclístico, utilização de uma pequena biblioteca itinerante para crianças e caminhada nas trilhas.

Esta região é a primeira Unidade de Conservação do Rio Grande do Norte. É administrada pelo IDEMA e mais conhecida como Parque das Dunas ou Bosque dos Namorados. Trata-se do segundo maior parque urbano do Brasil, ocupando 1.172 hectares de Mata Atlântica, estendendo-se ao longo da via costeira. O primeiro é a Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro.

De extrema importância para a qualidade de vida, seus objetivos consistem em preservar os recursos genéticos da fauna e da flora; manter os sítios de valor histórico, arqueológico e geomorfológico; possibilitar a realização de pesquisas; promover atividades educativas, de conscientização ecológica; e oferecer espaços para lazer. As construções ali existentes foram inauguradas a partir de 1977.

Sala de Exposição

Casa Mãe Terra

De acordo com levantamento florístico, existem 350 espécies nativas, das quais aproximadamente 200 foram identificadas em espécie e gênero. Considerando sua fisionomia, os fatores climáticos e edáficos, os estudiosos apresentam a área como recoberta, em sua maior parte, por elementos peculiares à vegetação da Mata Atlântica, da Caatinga e do Tabuleiro Litorâneo. Por sua vez, a fauna nativa está representada por cerca de 180 espécies, dentre aves, mamíferos, répteis e invertebrados.

O acesso de uso público ao parque se dá pelo Bosque dos Namorados, de aproximadamente 7 hectares, com mais de 1.300 árvores. Este é o local onde se encontram distribuídos os prédios e espaços descobertos específicos.

Há o Setor de Informações, localizado logo na entrada; o Centro de Visitantes, que inclui a administração, sala de exposição, auditório e também uma enfermaria, que oferece consultas voltadas à saúde do trabalhador, atividades de promoção da saúde e atendimento de primeiros socorros. Ainda nesse setor, encontra-se o ambiente destinado aos funcionários responsáveis pela limpeza. Outro espaço é a Unidade de Mostra da Vegetação Nativa das Dunas, dispondo de canteiros com plantação de bromélias, orquídeas e aráceas; o Viveiro de Mudas, com  produção para plantio no parque e doação às escolas; a Oficina de Artes e Educação Ambiental, que desenvolve atividades educativas para crianças; o Parque Infantil, para crianças de até 10 anos; o Espaço Saúde, área utilizada para exercícios físicos, podendo também ser reservada para eventos; a Folha das Artes, local utilizado para abrigar exposições; o Centro de Pesquisa, que dispõe de laboratórios de botânica e zoologia, além de comportar o herbário. Nesse espaço funciona também a biblioteca; a Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM), setor de trabalho do policiamento ambiental; o Lago Artificial, ponto de repouso para as aves e abrigo para os peixes. Há ainda um anfiteatro ao ar livre, a estátua Casa Mãe Terra, área de piquenique, área de jogos, restaurante e tendas, que são abrigos para pequenos eventos.

Do Bosque dos Namorados partem as três trilhas interpretativas – Perobinha, Peroba e Ubaia Doce – abertas ao público, permitindo ao visitante conhecer melhor a flora e a fauna, bem como apreciar uma belíssima paisagem. É com esse ecossistema que a Campanha “Parque das Dunas, 40 anos de Amor com Você” se compromete, a fim de que as gerações do presente sejam sensibilizadas à preservação dos recursos, da produtividade e da abundância que a natureza nos oferece.

Trilha do Parque

Morro do Careca, Ponta Negra

 

O funcionamento para acesso público é de terça-feira a domingo, incluindo feriados, das 8h às 17h30. A entrada custa R$ 1,00.

por AtoEscrito

FONTES

Estado do Rio Grande do Norte; IDEMA; Parque Estadual Dunas de Natal “Jornalista Luiz Maria Alves”. Manual de Informações e Procedimentos Internos do Parque das Dunas. Natal, 2016.   

www.idema.rn.gov.br

www.parquedasdunas.rn.gov.br

As imagens foram encontradas nos seguintes sites: 

Destaque: vejanomapa.net.br; 1-historiaediversidadecultural.blogspot.com.br;

2-familiamuller.com.br; 3-mapio.net; 4-historiaediversidadecultural.blogspot.com.br;

5-familiamuller.com.br; 6-vejanomapa.net.br; 7-familiamuller.com.br; 8-vejanomapa.net.br;

9-papjerimum.blogspot.com.br; 10-canindesoares.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *