Facebook cria centro para inovação tecnológica: a Estação Hack

O Facebook lançou na segunda-feira, 28 de agosto, seu primeiro centro de treinamento na América Latina, denominado Estação Hack. O espaço de 1.000 metros quadrados localiza-se na cidade de São Paulo, na avenida paulista. Sua inauguração está programada para o mês de dezembro.

A instituição vai oferecer cursos, workshops e startups, todos gratuitos, nas áreas de programação, planejamento de carreira e gestão de empresas. Ao todo, serão 7.400 vagas no primeiro ano, ofertadas aos jovens brasileiros.

Para a realização de suas atividades, dispõe de três salas de aula com 40 lugares cada uma e 52 estações de trabalho. O projeto inclui 2.200 bolsas para alunos inscritos nos cursos de programação; 1.400 nos workshops preparatórios para o mercado de trabalho. Estas bolsas serão oferecidas a alunos da rede pública que estão no ensino médio; 1.200 nos workshops destinados a empreendedores; 2.000 para os inscritos no curso de marketing digital, destinado aos pequenos e médios empreendedores; 600 para o Acampamento de Inovação, evento voltado ao público adolescente.

Os cursos e workshops ficarão sob a responsabilidade de instituições parceiras que têm atuação reconhecida nessas áreas, como a Mastertech que atuará na formação de talentos, preparando pessoas para dominarem competências. A MadCode será parceira para o curso de Introdução à Programação e Desenvolvimento de Aplicativos por Adolescentes. Seu compromisso é preparar os jovens para que se percebam não apenas como consumidores de tecnologia, mas capazes de produzir soluções tecnológicas. O {reprograma} contribuirá com a preparação de cursos de programação voltados exclusivamente para as mulheres. Organização sem fins lucrativos, o {reprograma} busca oferecer capacitação profissional para que as alunas possam contribuir com o setor tecnológico brasileiro e conquistar oportunidades significativas em suas vidas. Por sua vez, a atuação do Junior Achievement (JA) consistirá na realização de workshops de preparação de jovens para o mercado de trabalho e também no Acampamento de Inovação. O Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getúlio Vargas (FGVcenn) realizará os workshops de gestão de empresas. Criado no ano de 2004, tal Centro dispõe de importantes pesquisas sobre empreendedorismo. O acesso a esses estudos é público. E há também a parceria com a Artemisia que assumirá o programa de aceleração e mentoria para startups de impacto social. ONG criada em 2004, destaca-se no Brasil pelo trabalho pioneiro de estímulo e disseminação de negócios impactantes.

Em entrevista à Reuters, Diego Dzodan, vice-presidente regional do Facebook, falou que este projeto se baseia em experiências adquiridas com o Start-Up Garage, fundado em Paris por esta rede social, mas será adaptado à realidade brasileira em seu contexto de crise, frente ao problema do desemprego e considerando a falta de oportunidade que atinge muitos jovens.

Todas as aulas dos variados eventos serão presenciais. Os critérios para o processo seletivo ainda não foram divulgados, mas serão em breve através da fanpage da Estação Hack.

Redação: AtoEscrito





FONTES

Business Insider. O Facebook abriu uma “esquadra” no Brasil para ensinar habilidades de inicialização a milhares de habitantes locais. 28 de agosto de 2017. Disponível em: www.businessinsider.com. Acesso em: 30 ago. 2017.

CAPUTO, Victor. Facebook investe em espaço de empreendedorismo e inovação em SP. 28 ago. 2017. Disponível em: http://exame.abril.com.br. Acesso em: 30 ago. 2017.

www.facebook.com/Estação Hack. Acesso em: 30 ago. 2017.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *