Shahak Shapira cria site para denunciar imagens que considera desrespeitosas à memória do povo judeu

O artista israelense Shahak Shapira, 28 anos, insatisfeito com fotos feitas de modo irrefletido no Memorial do Holocausto, em Berlim, criou o site Yolocaust para chamar a atenção da sociedade. Pessoas sorrindo, fazendo yoga, malabarismo, dando saltos, num gesto de desconsideração ao cenário histórico onde se encontram.

Shapira localizou as imagens em algumas redes sociais. Como forma de protesto, contrastou as fotos dos turistas com filmagens de povos judeus nos campos de concentração. O resultado é o que segue:

Shahak Shapira

Crédito das Imagens: Yolocaust         




One thought on “Shahak Shapira cria site para denunciar imagens que considera desrespeitosas à memória do povo judeu

  1. Muito bom. O respeito e de vital importância. Em toda comunidade existem pessouas ruins. Trabalho em londres trabalhei para um portugues e um Judeu e não me pagaram o respeito pelas dores do passado foram esquecidas? Temos que trabalhar para um mundo sem fronteiras e justo somos todos filhos do criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *